Guias de Viagem e Arte

 
 
mar 06 2017

Onde dormir em Tóquio – Richmond Hotel Premier Asakusa International

4-estrellas-300ppp Onde dormir em Tóquio? Quando você olha para o mapa da cidade e das linhas de metrô, esta pergunta quase se converte em um enigma. Escolher os hotéis nesta viagem, principalmente em Tóquio, foi uma tarefa meio titânica (rsss). Tem muita informação divergente na rede. A única coisa clara e quase unânime era: prefira dormir em Tóquio perto da Linha Yamamote.

A Yamamote Line é uma linha circular de metrô da companhia JR. Com ela você chega na maioria dos atrativos da cidade. Tendo em vista que as crônicas sobre o metrô em Tóquio eram meio assustadoras, ficar junto a uma linha circular era bastante tranquilizador.

Onde dormir em Tóquio – A localização e a reserva

Como chegávamos em Tóquio de noite desde o Aeroporto de Narita. Nossa maior preocupação não foi com a Linha Yamamote, mas com a facilidade (leia-se poucas trocas de trem) para ir do aeroporto até o hotel. Também queríamos que fosse um hotel de rede ou de médio/grande porte para não termos problemas com horários de check-in. Era nossa primeira vez em Tóquio e não tínhamos a menor ideia de como estaríamos após a longa viagem.

Eu e a Luciana vimos um hotel sugerido por um blogueiro, mas faz tanto tempo que não me lembro qual era o hotel, na região de Asakusa. A Luciana deu uma pesquisada mais a fundo e viu que o hotel tinha muitas críticas negativas. Foi quando ela descobriu o Richmond Hotel Premier Asakusa International.

O preço estava razoável para Tóquio e a nota dele no Booking era 9,2. Fechamos o hotel em setembro de 2016 (para viajar em fevereiro/2017). A reserva era cancelável e nos custou 29.700 ienes para duas noites num quarto standard com duas camas de solteiro.

Onde dormir em Tóquio – Na hora “H”

Foi fácil ir do Aeroporto de Narita até o hotel. Para ser sincera devo contar que eu e a Luciana não somos as pessoas mais orientadas do mundo, por isso pode acreditar quando digo que foi fácil 😉

Compramos um bilhete no aeroporto que era um combo: trem + metrô. Descemos em Asakusa e caminhamos 650 metros até o hotel. A recepção do hotel estava no quinto andar de um edifício alto, o que facilitava encontrá-lo.

Nos dois dias, o pessoal foi sempre bastante atencioso. No check-in nos deram um voucher para um drink de boas-vindas, que na verdade não é um drink, mas um café, chá ou refresco. Do bar do hotel se vê a Tokyo Skytree.

Durante o check-in, o atendente abriu uma caixa com vários cosméticos e artigos de higiene pessoal para que escolhessemos o que desejássemos. Entre os produtos: máscara facial de ácido hilurônico, tocas de cabelo, sais de banho nos mais diferentes aromas, etc.

Onde dormir em Tóquio – Nosso quarto no Richmond Hotel Premier Asakusa International

Funcional! Não era minúsculo como nas crônicas que li sobre outros hotéis antes de viajar. Tanto que as camas eram enormes! Não havia muito espaço para abrir aquele tipo de malas com compartimentos a ambos lados, mas em nenhum momento me senti apertada e nem tive problemas com minha claustrofobia.
Onde dormir em Tóquio - Richmond Hotel Premier Asakusa International
Onde dormir em Tóquio - Richmond Hotel Premier Asakusa International
Em cima das camas, pijamas blaquinhos para usarmos durante a estância. Da janela, a métropole.

No banheiro, além dos produtos que ganhamos na recepção: cotonetes negros, escova + creme dental, gilete, escova de cabelo, esponja. Ou seja, como era antigamente. Secador de cabelo grande, tábua e ferro de passar roupa junto à entrada. Máquina para esquentar água e fazer chá/café.
Onde dormir em Tóquio - Richmond Hotel Premier Asakusa International
Onde dormir em Tóquio - Richmond Hotel Premier Asakusa International

Importante: este foi o único lugar que nos hospedamos que a ducha estava presa a uma altura que permitia realmente duchar-se e não apenas banhar-se. Nos outros lugares, era bastante incômodo segurar a ducha enquanto lavava o cabelo ;( Por isso, fique atento nesta questão ao fazer uma reserva no Japão. Os asiáticos, de forma geral, preferem as banheiras às duchas!

Calefação individual, com controle de temperatura no quarto. O que acho muito importante porque já fiquei em hotéis com calefação central e quase assei 🙁

Não se escutava um pio durante a noite, silêncio absoluto. Mas era só sair do hotel para cair na efervescência de um dos bairros mais antigos de Tóquio.

Ainda, em alguns andares o Richmond oferece a todos os hóspedes máquinas de lavar roupa e microondas para esquentar o lanche do fim de noite.

Em breve, vídeo do hotel!

Onde dormir em Tóquio – Relação custo x benefício + Bairro do hotel

Voltaria a ficar no Richmond. Tanto que virou a piada da viagem entre nós: Onde você queria estar agora? No Richmond. Ainda vou fazer um vídeo sobre onde se hospedar em Tóquio, mas já adianto que Asakusa é uma ótima opção.
Onde dormir em Tóquio - Richmond Hotel Premier Asakusa International
A estação do metrô não é gigantesca e cheia de saídas como em Shinjuku ou Shibuya. Um distrito com uma escala mais humana. Tem história a cada esquina e ruela. Um bairro que ainda te permite sentir como era a antiga Edo (antes de se converter na megalópole que é Tóquio). É a sede de um dos templos mais importantes e famosos da cidade: Sensoji.

A relação custo x benefício foi ótima, pagamos por volta de 250€ por duas diárias, ou seja, 63,50€ por pessoa/noite. Para reservar ou ler mais opiniões sobre o Richmond Hotel Premier Asakusa International, clique aqui.

Há outro hotel da rede em Asakusa, por isso veja bem qual deseja reservar!

Veja todos nossos posts do JAPÃO, clicando aqui!

Busque e reserve seu hotel em:
Tóquio| Kyoto. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Lembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países. Fora que qualquer problema lá fora pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Nenhum Comentário

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Depois de ver a série sobre Chernobyl na HBO, decidi comprar o livro da bielorussa e ganhadora do Nobel da Literatura, Svetlana Alexiévich. 🌟Madre mía, que livro. Para quem assistiu a mini série, a história do bombeiro e sua esposa é uma das que aparece nesse conjunto de entrevistas que pouco a pouco conformam diante de nossos olhos a história das pessoas invisíveis e muitas delas “desaparecidas” graças ao acidente de Chernobyl.

Essas vozes vão desenhando o que verdadeiramente aconteceu naquele 26 de abril de 1986 e nos meses subsequentes. E no fundo, vamos compreendendo como se forjou o caráter soviético resignado de entregar à própria vida ao Estado.

Entramos na vida de pessoas que de crianças sofreram com o Cerco a Leningrado (atual São Petersburgo) e que por ironia do destino hoje vivem na enorme área afetada pelo desastre. ➡️ Mas que vivem, sobrevivem vendo crianças que sucumbem aos mais diversos tipos de câncer, mulheres e homens que não podem ter filhos e um desalento que lhes leva a viver de glórias  e tempos passados. Porque além do desastre, das casas que deixaram, dos seres amados que perderam, também viram como seu mundo inteiro desabava com a quebra do bloco soviético.

A escrita de Svetlana é brilhante e como o outro livro que comentei “Pátria”, devia ser outra leitura obrigatória no Ensino Médio. Daqueles livros que fazem com que saímos da zona de conforto do nosso próprio umbigo, porque nos revela um sofrimento que dificilmente quaisquer de nós poderia suportar. Uma zona do mundo onde reina a desesperança. (Link da edição em português na bio)

#chernobyl #svetlanaalexievich #turolivros #oqueler  #vozesdetchernobil #desafioumlivropormês #books📚
  • Nem só do mosteiro vive Alcobaça. Dá uma olhada nas primeiras fotos 🤪 Preparei um guia completo para você desfrutar muito da cidade e do seu Patrimônio Mundial da Humanidade. Link na bio 👈🏽 #alcobaca #portugalovers #foodlovers #ondecomeremportugal #centrodeportugal #restauranteportugal #patrimoniomundialdelahumanidad
  • A Grécia 🇬🇷 nos faz felizes 💙 Qual lugar enche tua alma de felicidade, carrega tuas pilhas?

#greecelovers #grecia #creta #happymoment #travel_captures
  • Coisas que só a Grécia faz por você! Não é só o por do sol claro 🤪 É ver no mesmo dia sítios arqueológicos, praias de águas cristalinas com tumbas romanas, cidades históricas e restaurantes de beira de estrada incríveis. E terminar a jornada com este panorama 💙🧡 Tudo isso é mais você pode ver no post sobre nossas 24 horas de carro em Creta. O link está na bio 👀

Você conhece Creta? Qual é teu lugar favorito dessa ilha?

#creta #rethymnon #greecelovers❤️🇬🇷 #roteirodecarro #grecia
  • Diz se essa avenida não é linda!? Fica na entrada de Telde, que é uma cidade do lado da minha e é também onde se encontra o aeroporto da ilha. 
#grancanarialovers #telde #canaryislands🌴 #beautifulstreet
  • Uma das igrejas mais surpreendentes que eu já visitei ☀️ olha a foto do exterior para entender um pouco a minha surpresa! 🌎 Tem roteiro com mapa no Turomaquia.com para vc curtir a cidade que abriga está belezura. Aliás, esse é um dos bate e volta clássicos desde Milão. ❓Qual foi a igreja que vc visitou que mais te surpreendeu?

#barroco #roteiroitalia #italialovers #bergamo #milao

Follow Me!