Guias de Viagem e Arte

 
 
mar 02 2017

O que eram os Livros de Horas?

Os livros de horas eram os livros mais comuns na Idade Média. Bem, comum é maneira de falar, porque como todos os livros eram escritos à mão, ter um livro não era prá qualquer um!

Os nobres encomendavam estes livros, que levavam este nome porque traziam as orações que deviam ser realizadas em determinadas horas do dia. O número de orações estava baseado no Salmo V que diz “ eu te louvarei sete vezes ao dia”. E as estas sete, o salmo ainda somava outra, “a meia-noite me levantarei para te agradecer”. Desta maneira se chegavam aos oito momentos do dia em que se devia orar.

O que eram os Livros de Horas
Black Hours (18v/19r); New York, Pierpont Morgan Library – 1475

Não felizes com as orações e pensando no elemento de exclusividade e originalidade de cada livro, acrescentavam-se outros dados utéis como podiam ser os calendários. E é claro desenhos e as famosas iluminuras.
Livros de Horas - Idade Média
O que eram os Livros de Horas
Em muitos casos, a pessoa que encomendava o livro era retratada em seu interior. Veja neste livro de Margarida de Cleves. Ela aparece orando junto à Virgem Maria e o Menino Jesus.

Livro de Horas de Margarida de Cleves
Livro de Horas de Margarida de Cleves – 1395-1400 (Museu Gulbenkian/Lisboa)|Tamanho: 14 x 10,5 cm

Madri - Guia do Prado
Guia Louvre
Guia de Museu | Guia Galeria degli Uffizi
Imagens: turomaquia_2009 y Wikipedia. Imagens centrais: Afbeelding Middeleeuws getijdenboek (handschrift) met teksten van Geert Grote (1340 -1384) | St. Fabian holding a book and a sword and St. Sebastian holding arrows and a sceptre, 1490

2 Comentários

  1. Carmen

    Bravo. Um vídeo excepcional. Absolutamente didático. Agora tudo parece simples, mas o homem já percorreu um longo caminho, cheio de dificuldades. Manuscritos que me entusiasmam porque eu reconheço o esforço e processo custoso. O patrono que encomendou o mosteiro ou o manuscrito ou códice. O papel, tinta, ou saber latín, tem uma boa caligrafia … Um processo complexo. Estou pensando em as Cantigas de Santa Maria ou o Codex Calixtinus (Códice Calixtino).

    responder
    • Patricia de Camargo

      Brigaduuu Carmen. Ontem estava vendo um programa na Primeira, e eles mostraram alguns manuscritos do Escorial. Realmente não entendo porque não dão mais destaque a este patrimônio 🙁 Em Dublin, eles montaram uma mega exposição por causa do Manuscrito de Kells!
      Beijos

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands
  • Dica Londres: vai para a cidade até 15 de março? Visite a exposição temporária de Dora Maar no Tate Modern. ⁣
⁣
Está simplesmente maravilhosa. Perfeita para você entender como ela passou de atuar como fotógrafa para grandes revistas de moda a ser uma dos bastiões do surrealismo. É claro que falam da sua relação com o Picasso, mas fiquei sabendo lá que ela além de fotografar todo o processo de desenvolvimento do Guernica, também deu algumas pinceladas no quadro e que Picasso se inspirou em uma de suas obras para colocar aquela lâmpada olho no quadro que virou símbolo da luta contra a guerra.⁣
⁣
Para entrar na coleção do Tate você não paga nada, mas as exposições temporárias são pagas. Essa custa 13 libras e vale cada centavo! Evite os finais de semana quando os londrinos também vão em massa ao museu.⁣
⁣
#doramaar #tatemodern #londresmuseu #oqueveremlondres #exposiçoesquevalemapena #artemoderna #historiadaarte #surrealismo
  • Dica de Londres: Sky Garden - Vista bacanuda e gratuita. Numa cidade em que a maioria dos mirantes são caros, é quase uma dádiva ;) ⁣
⁣
O Sky Garden fica na City of London e para subir basta com reservar pelo site: https://skygarden.london/booking ⁣
⁣
Como tem uma varanda aberta, no inverno faz frio lá em cima, por isso vá preparada(o)!⁣
⁣
Hoje por exemplo, dia 03/02 já estão abertas as reservas até 1/03. Lá em cima dá para comer alguma coisa, beber um drink. Abre de segunda a sexta das 10:00 às 18:00 horas. Nos finais de semana e feriados, das 11:00 às 21:00 horas.⁣
⁣
#skygardenlondon #mirantelondres #londresdesdecima #londonlovers #londonviews
  • Dica de Londres: na real essa dica quem me deu foi a clarissa do @dondeandoporlondres. Estava fazendo umas pesquisas em Londres e ela me disse que devia ir a Guildhall Art Gallery. Sai do Sky Garden e fui caminhando até o centro administrativo da City of London. O lugar em si já tem uma atmosfera difícil de explicar. Mas vamos lá, você vem andando entre arranha-céus, passa por edifícios neoclássicos da Justiça e de repente entra numa espécie de praça com um chão lindo e edifícios que te abraçam na sua escala. Ou seja, são grandes, mas depois de passar pela selva de pedra, parecem casas, se é que você me entende ;)⁣
⁣
Como todos os grandes museus londrinos, a entrada é gratuita. Exceto, quando abriga exposições temporárias. Primeira surpresa: os restos arqueológicos da cidade romana: Londinium, construída no século 1 d.C. e que chegou a ter entre 20.000 e 30.000 habitantes. No subsolo do Guidhall Art Gallery poderá ver alguns dos restos arqueológicos numa montagem prá lá de didática.⁣
⁣
As salas da galeria abrigam pintura vitoriana, ou seja, produzida entre 1837 e 1901, durante o reinado da Rainha Vitória. São vários estilos, pois essa denominação é temporal. As pinturas estão divididas por tema que te mostram como era a sociedade da época. ⁣
⁣
Assisti parte de um tour gratuito e se você tem um inglês intermediário, acho que valeria a pena dar uma olhada se no horário da sua visita não tem nenhum acontecendo. ⁣
⁣
Uma das peças-estrela do museu é "La Ghirlandata", pintura pré-rafaelita de Dante Gabriel Rossetti. Mas que infelizmente está sendo restaurada nesse momento. Mas mesmo assim, vale a pena a visita. Calcule entre 30 minutos e 1 hora para a visita. ⁣
⁣
#guidhallartgallery #londonmuseum #londonlovers #prerafaelita #pinturavitoriana #artlondon

Follow Me!