Guias de Viagem e Arte

 
 
jul 19 2012

rapel + escalada + rafting + trekking (tudo numa caverna) = Aventura na Nova Zelândia

logo-dani-nueva-zelandia
Hoje vou fazer um relato da passagem por Waitomo, cidade no centro da ilha norte, onde eu sofri bullying, mais para frente vocês vão entender tudo 😉

Decidimos passar pela cidade que é conhecida pelas suas cavernas e expedições para explorá-las. No centro, reservamos uma expedição que contaria com rapel, escalada, rafting (bóia-cross) e trekking, no interior de uma caverna.

O valor total do pacote é de NZD $160 por pessoa (http://www.caveraft.com), mais as fotos. Como estávamos em 3 pedimos para o pessoal um desconto, pois ao invés de 3 cds de fotos ficaríamos com 1 somente, acredito que eles nunca imaginaram que alguém faria esse tipo de proposta, mas ao final convencemos o dono da agência, com a condição do desconto ser gasto em algum bar ou restaurante da cidade, que era bem pequena, mas muito agradável. Como em quase todas as noites íamos a bares e restaurantes para comer e tomar umas cervejas, trato mais que aceito: Vamos à expedição.

A viagem com a van pelo interior da cidade já valia a pena pelas paisagens. Chegando na entrada da caverna, tivemos acesso a todos os equipamentos necessários e começamos a colocá-los. Aqui foi o início do bullying, após colocar a roupa de borracha, capacete e botas, o instrutor distribuiu calças coloridas para serem colocadas por cima da roupa, e a que sobrou para eu colocar foi uma roxa que brilha…hehehehe…ISSO É BULLYING!!! Brincadeiras à parte, começa o treino de rapel amarrado em uma cerca na grama, no alto da caverna.
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radicalJá escaldado, dei uma enrolada e deixei que outros participantes fossem primeiro para o rapel, para ter uma idéia de como seria, nesse meio tempo vasculho com os olhos todas as cordas e catracas de segurança. Enquanto o segundo descia para o interior da caverna, já estava numa boa esperando muito tranqüilo pela minha vez, pois tinha visto que fora a corda que eu comandaria na descida, tinha outra duas de anjo da guarda que os instrutores comandavam.

AVENTURA-waitomo

Lógico que dá um tensão no momento de deixar a plataforma para ficar suspenso no meio da caverna, porém o lugar é tão bonito, que tento retardar o tempo da descida para ficar curtindo os 27 metros até o chão.
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical

Quanto todos chegam, começa a caminhada rio acima pelas travessas escuras da caverna. Paramentados com luzes estilo mineradores, chegamos no ponto onde começam formações entre elas, e são cada vez menores. Para vencer algumas, é necessário mergulhar. Mas tudo muito divertido. Confesso, no entanto, que em alguns burracos, pensei que poderia ficar preso, mas com um pouco de esforço cheguei ao final. A dica é que se você tem problemas com lugares pequenos, jamais desça para a caverna. Uma australiana, que segundo ela nunca teve problemas com lugares apertados, desistiu e ficou esperando na fenda, até que voltássemos.
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical

Vencida essa parte da caverna, o instrutor pediu para apagarmos as luzes, nesse momento o teto da caverna ficou totalmente estrelado, muitos pontos de luzes azuis, ele nos explicou que são os glow worms, larvas minúsculas que usam a luminescência para atrair outros insetos e, assim, conseguir alimento, esse truque das larvas deixou o passeio com um visual sensacional.
Aventura na Nova Zelândia

Chegou a hora de descermos o rio por dentro da caverna, cada um com sua bóia, aproveitando a beleza do local e desfrutando do silêncio e do escuro.
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical

Minutos de descida, chegamos a mini corredeiras onde as bóias giravam, alguns caiam, outras provocavam um engarrafamento de bóias. Muitas risadas e mergulhos depois, chegamos novamente a fenda, que dá acesso à subida. Hora de curtirmos a paisagem, conversarmos um pouco e nos prepararmos para uma escalada de 20 metros morro acima, por uma das paredes da caverna. A subida precisava um pouco de equilíbrio, pois em alguns momentos, a parede ficava bem íngreme, e o chão bastante úmido. Percurso finalizado, na van mesmo, combinamos com todos participantes de irmos a um bar comemorarmos. Afinal trato é trato!!! Cheers!!!
Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical Waitomo - Nova Zelândia - Esporte radical

Para ver mais fotos desta aventura, curta nossa página no Facebook, clicando aqui 🙂

Todos os posts do Daniel Portella:
A Nova Zelândia do Daniel Portella
Queenstown para os fortes – vamos de bungy jump
Trabalhando na Nova Zelândia – Parte 1
Trabalhando na Nova Zelândia – Parte 2
Esportes radicais na Nova Zelândia – Sledging

Planejando sua viagem para a Espanha

Veja todos nossos posts da NOVA ZELÂNDIA, clicando aqui.

Planejamento ViagemBusque e reserve seu HOTEL em: AUCKLANDCHRISTCHURCHWELLINGTONQUEENSTOWN | ROTORUA | TAUPO. Assim você conseguirá ótimos preços, poderá cancelar sem taxas sua reserva (excepto em alguns casos quando se tratam de promoções!) e ainda ajudará a manter atualizado este blog. Obrigada

Planejamento ViagemLembre que o seguro de viagem é obrigatório para entrar na maioria dos países europeus. Fora que, qualquer problema por lá pode te custar uma fortuna! A gente facilita as coisas, nosso parceiro Real Seguros, orça teu pedido em diferentes seguradoras e encontra a melhor prá você, seja por critério preço ou cobertura, para acessar clique aqui.

Chamada video 2

texto e fotos: Daniel Portella

6 Comentários

  1. Agustin Becker

    Muito legal a aventura, principalmente os glow worms!
    valeu pelo post!

    responder
    • Daniel Portella

      Valeu Agustin, ótimo que gostou do post, em breve virão mais alguns!
      Obrigado, abraço

      responder
  2. Tiago Balota

    Aaaa portelinha, realmente muito boa as fotos e a aventura. Infelizmente não foi dessa vez que eu pude usufruir de todos esses lugares, mas terá volta, eai com mais tempo pra trampar ou simplesmente com bastante dinheiro hehe. Tem mais posts vindo por aí? Abraço

    responder
    • Daniel Portella

      Com certeza, é um lugar que se tem que voltar, também quero dar mais uma passada por lá.
      Desta vez de preferencia trabalhando menos, hehehee, mas se tiver que trabalhar, tudo bem 😀
      Tem mais post sim, já já saiu mais um!!
      abração Balota

      responder
  3. Thiago Negão

    Baaah muito massa Dani! Interessante a estratégia das larvas! hahaha.
    Como já falei uma vez, lendo teus posts me da uma vontade de me largar pelo mundo de novo! Hehehe.

    Quanto a calça roxa, Restart combinou bem contigo mesmo! HAHAHA

    abração

    responder
    • Daniel Portella

      To bolando uma nova banda colorida aqui no brasil….heheeheheh
      Negão, as larvas são muito espertas, não??
      Pelo que sei depois da festa do dia 10, pode colocar a mochila na estrada 😀
      Abração

      responder

Siga o Turomaquia no Instagram

Instagram

  • Dica Madri: como prometi hoje lhes deixo a dica de um hotel econômico na cidade. Queria fazer um vídeo como o de Londres, mas acontece que perdi várias imagens dessa última viagem, só me sobrou essa foto de "look do dia" no quarto 😂⁣
⁣
Peguei umas fotos de divulgação, mas lhes comento que são de quartos duplos, o meu era individual e era bem menor. Mas tinha janela para o pátio interno do hotel, mas por exemplo não havia porta do quarto para o banheiro. Em contrapartida era ótimo porque tinha ducha efeito chuva, cafeteira e cápsulas de café, madalenas de cortesia, ar-condicionado, pisos e madeira, televisão, espaço para trabalhar, mas tudo isso bem condensado 😉⁣
⁣
O hotel está num edifício antigo mas com elevador ao lado do Museu do Romanticismo, ou seja, a localização é fantástica! Duas paradas de metrô estão próximas: Alonso Martínez e Tribunal.⁣
⁣
👁‍🗨 Para ver mais fotos e outras opiniões, clique no link da bio 🤟🏽⁣
⁣
#hotelMadri #madrilovers #hotelBBBEuropa #hotelBBB #hotelemMadri #turoMadri
  • Dica Londres: caminhada recomendada inclusive para sedentários 😂 1,3 km entre o Southbank Centre a Tate Modern junto às margens do rio. Essas imagens são de janeiro, imagina num dia lindo de sol e com um calorzinho?!⁣
⁣
Almocei com a @helorighetto no Ping Pong do Southbank e de lá fui sozinha demoradamente até essa meca da arte moderna e contemporânea. lembrando que a entrada no museu é gratuita, exceto para as exposições temporárias. Mas sempre sugiro uma doação por mínima que seja, já que a união faz a força e manter um centro de arte como esse é caro prá dedéu.⁣
⁣
E aí, qual é tua caminhada favorita em Londres? É apta para todas as idades? Conta prá mim na caixa de comentários 😘⁣
⁣
#londonlovers #caminhadaLondres #oquefazeremLondres #turoLondres #mapadelondres
  • Paguei 60 libras a diária nesse hotel localizado do lado da Abadia de Westminster #londonlovers #hotelbbblondon #hotellondres
  • Publiquei a última parte do guia de leitura desse mês. Lembre que nosso bate-papo sobre ele vai rolar no dia 27 de fevereiro às 19:30 horas no YouTube - Patricia de Camargo. Ah, é o guia vc encontra no www.turomaquia.com 🤓

#lendoarte #seurat #nationalgalleryoflondon #pontilhismo #historiadaarte #artemoderna #issoearte
  • Sentados no chão do café da Galeria degli Uffizi tomando um aperol spritz após a visita. E você acha que a gente tá com cara de infeliz?! 😂😂 Esse é um baita museu, mas que tem um café minúsculo, então não tivemos muita alternativa e estávamos mortos depois de 6 horas entre obras 🤷🏽‍♀️ Qual foi o café ou restaurante que você mais curtiu dentro de um museu?

#galeriadegliuffizi #firenzelovers #artmuseum #museu #italyart
  • Mostro pouco minha cidade por aqui. Mas uma das minhas resoluções de ano novo é resolver essa pendência 🥳 
#laspalmasdegrancanaria #vegueta #grancanarialovers🖤 #canaryislands

Follow Me!